Apresentação | Presentation 


historias-ao-sul©mef_048

Caué – Histórias ao Sul é um projeto fotográfico onde a fotografia é usada como forma de expressão das populações para sensibilizar e promover, junto da comunidade, um conjunto de mensagens promotoras de desenvolvimento e de conservação das tradições, costumes e saberes. Serve também para despertar consciências, modificar atitudes e alterar comportamentos.

É um projeto baseado num trabalho colaborativo e integrado com a comunidade que está envolvida em todas as actividades do projeto de forma a valorizar a participação da mesma, a sua integração no processo de decisão e responsabilização na execução. O conceito subjacente ao trabalho fotográfico pretende trabalhar na área da construção da cidadania comunicativa, com recurso à produção de meios de comunicação, para assim permitir dar corpo à possibilidade de retratar e expor um quotidiano. É um processo de vivências onde se recolhe, vê e se conversa sobre a comunidade, atingindo dentro dessa metodologia uma atmosfera de construção colectiva.

Dadas as características do projeto, este é uma co-produção com a comunidade envolvendo os habitantes das 3 localidades – Ponta Baleia, Vila Malanza e Porto Alegre – do princípio ao fim do projeto, sendo que é da relação de proximidade que se produzem as reflexões sob a forma de imagens, cuja escolha final coube à população.

A dinamização do projeto é da responsabilidade do MEF – Movimento de Expressão Fotográfica, numa iniciativa da ONGD portuguesa Leigos para o Desenvolvimento e com o apoio financeiro do Instituto Camões.

PRESENTATION 

Caué – Stories from the South (Caué – Histórias ao Sul) is a project where people, from this District, express themselves through photography, in order to raise awareness among themselves about Community Development and the importance of preserving their traditions, customs and knowledge. It also counts for awaken consciousness, change attitudes and behaviours.

It is a project based on collaborative work and integrated within the community that has been involved in all the activities, in order to value their engagement, their participation in decision making processes and their accountability in its implementation. The idea underlying the photography work speaks about communicative citizenship, using means of communication to portray and exhibit the daily life of the people. It is an experience where one collates, sees and talks about the community, achieving a collective construction atmosphere.

Because of the project characteristics, this is a co-work with the community involving the inhabitants of the three sites – Ponta Baleia, Vila Malanza and Porto Alegre – from start to finish. The close relationships between everyone allowed exchanging ideas in form of pictures, whose final choice was from the people. 

The Movimento de Expressão Fotográfica (Movement of Photographic Expression) dynamises the project, which is an initiative of the NGO Leigos para o Desenvolvimento (NGO Lay for Development) and funded by Instituto Camões (Camões Institute).